12/05/2016

10% das MEIs são do ramo de alimentação

Pesquisa inédita da Brasil Self Service lista investimentos para abrir lanchonete, padaria ou restaurante

Montar um negócio voltado à alimentação é uma tendência entre empreendedores para driblar a crise. Atualmente, cerca de 10% dos Microempreendedores Individuais (MEIs) se dedicam a esse tipo de atividade, sendo uma das principais categorias. De acordo com levantamento realizado pela Brasil Self Service (www.brasilselfservice.com.br), as lanchonetes são a opção de menor custo e, portanto, maior interesse.

Tabela

Fonte: Análise da Brasil Self Service, com base em dados do Sebrae e do mercado

Entre os custos mais expressivos para inaugurar um estabelecimento alimentício estão: reforma e adaptação de ponto, equipamentos, estoque inicial e capital de giro. Segundo a pesquisa, a lanchonete é o negócio financeiramente mais vantajoso, seguido pela padaria e, em último lugar, pelo restaurante. Ao escolher a primeira opção, é possível economizar entre R$ 12 mil e R$ 32 mil.

No entanto, o fundador da Brasil Self Service Caio Mutti alerta: “Mais do que o formato escolhido, no segmento alimentício, a apresentação do produto é o fator-chave, sobretudo em um momento de exposição requintada dos alimentos. É preciso, portanto, investir nos equipamentos de alta qualidade e design moderno, que estarão expostos no local”.

Brasil Self Service

Algumas das instalações indispensáveis aos estabelecimentos voltados à alimentação são: balcões refrigerados (a partir de R$ 2.990); geladeiras (R$ 2.499); mesas self-service (R$ 4.699); e estufas (a partir de R$ 215)*. A Brasil Self Service oferece esses equipamentos específicos para o setor e, segundo Mutti, empreendedor aos 22 anos, a marca contará com um showroom até o final deste ano.

*Preços pesquisados no e-commerce www.brasilselfservice.com.br, em 06/05/2016, e sujeitos a alterações.

Sobre a Brasil Self Service

E-commerce voltado à comercialização de equipamentos para estabelecimentos alimentícios, como geladeiras, balcões refrigerados e estufas. Inaugurada em 2010 pelo empreendedor Caio Mutti, de 22 anos, a loja virtual já alcançou os 6 dígitos de faturamento mensal e pretende chegar aos 7 dígitos mensais até o final de 2017. Além disso, o lançamento de um showroom também compõe a agenda da empresa para este ano. www.brasilselfservice.com.br.

Gostou deste post?

Clique na estrela para avaliá-lo

Avaliação média / 5. Contagem de votos

Sem avaliações seja o primeiro!

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!