26/04/2016

Agro: Big Data, geolocalização e mobilidade melhoram a produtividade no campo

SmartFarm aposta na colaboração das diversas equipes do setor do agrícola por meio da tecnologia

O novo salto de produtividade agrícola nasce da inclusão de todos os colaboradores na cadeia de produção. Essa é a premissa do SmartFarm, solução criada pela Nèscara (www.nescara.com) que une Big Data, mobilidade, geolocalização, internet das coisas e ferramentas de gestão para criar uma rede de colaboração capaz de aumentar o desempenho de culturas como cana-de-açúcar, café, soja, laranja, entre outras.

NEscara

A solução trabalha com base nas melhores práticas definidas pelos agrônomos e especialistas das empresas para cada fazenda, e garante que essa “receita de bolo” chegue até o time de campo através da plataforma de planejamento, execução, monitoramento e análise. Isso tudo ocorre em duas frentes: enquanto os gestores acessam a solução em nuvem, os funcionários utilizam apps para smartphone ou tablet durante a execução de suas tarefas.

Se, por um lado, os que vão ao campo já saem com uma ordem de serviço pronta – o que reduz o tempo ocioso -, por outro, é possível acompanhar em tempo real a movimentação das máquinas em mapas por meio de geolocalização, para ver se o plano de trabalho é seguido à risca. "Mesmo quando entra em áreas sem conexão à internet, o aplicativo salva os dados no dispositivo móvel e os transmite assim que a rede for restabelecida", conta Ralfo Nunes, sócio da Nèscara ao lado de Daniel Carmo e Emilio Raia.

O dispositivo móvel que está fixado na máquina emite alertas online para o operador quando ele estiver trabalhando fora da faixa definida nas melhores práticas. Com isso, é possível reduzir erros e aumentar o rendimento, além de diminuir o tempo de parada por manutenção por mau uso do equipamento.

Além disso, as informações coletadas nessa etapa geram um gigantesco banco de dados, o Big Data, que é utilizado como fonte para otimizar as práticas de gestão e planejamento. "Como resultado, cruzamos informações para adequar planejamento, identificar falhas e gerar planos de ação imediatos. Acredito que exista um potencial de redução de 10% a 20% sobre as horas paradas gerenciáveis", explica Nunes.

"O setor agrícola tem duas especificidades: primeiro, não podemos controlar o preço final das commodities, então temos que reduzir o custo ao máximo; segundo, nossa principal variável é completamente imprevisível: a natureza", conta o especialista. Para ele, ao desenvolver uma solução que inclui todos os atores da cadeia de produção efetivamente no processo de planejamento, é possível mitigar a influência desses fatores. Com isso, a Nèscara espera dobrar seu faturamento em 2016 e, em breve, lançar um software voltado para pequenos produtores e agricultura familiar.

 

Sobre a Nèscara

Empresa especializada em soluções de tecnologia para o agronegócio. Fundada em janeiro de 2015, trabalha em parceria com a Salesforce, quarta maior desenvolvedora de softwares do mundo. Além do SmartFarm, solução voltada para os produtores, também desenvolve produtos para fornecedores de insumos, cooperativas, entre outros. www.nescara.com.

Gostou deste post?

Clique na estrela para avaliá-lo

Avaliação média / 5. Contagem de votos

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!