01/10/2015

Casamentos: colocar o sobrenome da noiva e outros 4 hábitos que mudaram com o tempo

Na lista de modernidades feita pelo iCasei também aparecem pedidos superproduzidos e o próprio site do casal

Casamento com convidados perdidos quanto à data da cerimônia e fotos contadas nos dedos já eram. Assim como as tradições de só a mulher colocar o sobrenome do marido ou ter que passar horas experimentando vestidos nas lojas. Conheça as últimas transformações nos hábitos de matrimônio levantadas pelo iCasei (www.icasei.com.br), empresa especializada no segmento:

 

iCasei

 

1. Quem dá o nome agora é ela

Com a edição do código civil brasileiro, em 2002, os casais passaram a poder colocar o sobrenome um do outro, o que antes não era permitido para o homem e deixou de ser obrigação da mulher em 1977. Mesmo assim, de acordo com a Central de Informações do Registro Civil do Estado de São Paulo, 85,75% das noivas ainda adotam o nome do marido. Mas, agora, eles também podem escolher ter o nome delas!

 

2. Anel no champanhe não mais

Quem gosta de surpreender já pode contar com empresas especializadas em fazer o pedido acontecer em grande estilo. Uma das ideias da startup O Pedido (www.opedido.com.br), por exemplo, é criar pistas que levem a noiva a percorrer lugares marcantes para o casal, terminando em um cenário inusitado em que tem vez o “sim”.

 

3. Para cada sorriso, alguns flashes

Com as câmeras de celular cada vez mais potentes, a missão de capturar os melhores momentos da festa passou a ser dos convidados e, para gerenciar o grande número de fotos entre outros preparativos, uma tendência entre os noivos é criar sites de casamento. Nas páginas do iCasei, marca líder no segmento, existe, inclusive, a opção de compartilhar em tempo real tudo que foi postado com a hashtag do casório no Instagram. Também dá para organizar os álbuns por categoria, como “recordações do namoro” ou “fotos da lua de mel”.

 

4. Save the date!

Marcar a data do casamento é tarefa que, hoje em dia, ganhou status de preparativo. Mais do que enviar convites com antecedência, veio dos Estados Unidos a moda de enviar pré-convites, o famoso “save the date”. Com mensagens simples e criativas, os convidados reservam a data na agenda e os noivos evitam que pessoas queridas faltem.  

 

5. Vestido entregue em casa

Ir ao alfaiate ou ter que caminhar por ruas inteiras em busca do vestido perfeito também não é mais necessário. Sem sair de casa, as noivas já conseguem encomendar modelos sob medida e recebê-los em casa comprando em e-commerces como o Noiva nas Nuvens (www.noivanasnuvens.com.br), que se inspirou no mercado americano para trazer a novidade para o Brasil.

 

Sobre o iCasei

Empresa que cria sites personalizados de casamento desde 2007. As páginas têm várias funcionalidades, como confirmação de presença, cotas de lua de mel e listas de presentes com produtos simbólicos – os noivos recebem o dinheiro. Desde sua fundação, atendeu a mais de 300 mil casais e tem média de customização de 6500 sites por mês. www.icasei.com.br. Tel.: (11) 4063-7554.

Gostou deste post?

Clique na estrela para avaliá-lo

Avaliação média / 5. Contagem de votos

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!