04/04/2013

Disputa pela Primeira Página do Google movimenta R$ 123 milhões no Brasil

ROI de até 20 vezes atrai clientes e eleva o crescimento do SEO para 55%

Ter o site publicado na primeira página do Google é sinônimo de maior tráfego e faturamento. Segundo a ABRADI (Associação Brasileiras de Agências Digitais), as empresas nacionais investiram cerca de R$ 123 milhões em serviços de SEO (Search Engine Optimization) para ganhar destaque na busca de palavras-chave em 2012. Tal cifra representa um crescimento de 55% sobre o ano anterior.

 

De acordo com a consultoria Slingshot os sites que estão na primeira, segunda e terceira posição da busca orgânica do Google recebem 18%, 10% e 7% dos cliques, respectivamente. Três quartos dos internautas sequer chegam ao final da página.

 

 

 

 

Para aparecer com destaque, um endereço deve ser reconhecido como fonte de informação relevante para determinado termo. As técnicas de SEO incluem a geração de conteúdo original e atualizado, obtenção de indicações de outros sites e mídias sociais e, por último, uma programação que pode ser facilmente indexada pelos mecanismos de busca.

 

Um caso de sucesso de SEO é o do site Rodoviariaonline, que vende passagens de ônibus pela internet. Após três meses de SEO, o site alcançou a 1ª posição no Google e viu seu volume de visitação aumentar 264%, e as vendas em 305%.

 

Segundo Diego Ivo, da consultoria Conversion, para cada real investido obtém-se de 15 a 20 reais de retorno. “É possível rastrearmos cada clique e mensurar qual a receita gerada. Trata-se de uma estratégia de divulgação interessante para pequenas empresas e start-ups, pois cria condições de maior igualdade de competição com negócios já estabelecidos” conclui Ivo. Um trabalho de SEO tipicamente envolve profissionais de computação, marketing e comunicação, e custa em média R$ 2.000 por mês.

Gostou deste post?

Clique na estrela para avaliá-lo

Avaliação média / 5. Contagem de votos

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!