09/11/2015

E-commerce: Os três gargalos para monitorar no site e não perder vendas

Segundo a especialista LINKPARTNERS, mais crítico do que atrair o cliente é efetivar a compra online

Ter uma plataforma estável, veloz e que opere sem erros em tempo integral é um dos maiores desafios do comércio eletrônico. As constantes quedas e bugs na hora de se concretizar a transação são algumas das razões para que apenas 2% do tráfego de um e-commerce seja convertido, segundo Eliandro Souza e André Galvani, diretores da LINKPARTNERS, empresa de tecnologia especializada em gerenciamento de serviços e monitoração. Para não perder receita, os especialistas mostram como lidar com os três principais gargalos do setor:

 

Link Partners

 

1.      Página principal

A primeira parte que deve operar adequadamente no e-commerce é a home. É fundamental se atentar à sua disponibilidade e se ela carrega rapidamente. “O sistema que coloca a página no ar é complexo, composto por diversos servidores que sustentam a visualização do internauta. Por isso, é importante dispor de equipes que monitoram 24h se cada aplicação está estável e no ar”, explica Souza.

 

2.      Carrinho de compra

O abandono do carrinho de compra é outro dos maiores gargalos do comércio eletrônico: estima-se que ele ocorra em 70% dos casos. Para não perder um cliente que já se decidiu pela aquisição, deve-se conferir constantemente a disponibilidade dos produtos em estoque. “O carrinho é um sistema que está interligado com várias outras ferramentas. Ele tem que checar em tempo real estoque, preço, logística e frete”, lembra o diretor da LINKPARTNERS.

 

3.      Validação da transação

Para quem não terceiriza o sistema de pagamento, vale implementar internamente todas as principais bandeiras de cartão de crédito e débito, além de boleto bancário. “Essa opção é mais indicada quando o e-commerce possui um volume maior de vendas”, diz Souza. No entanto, a validação dos meios de pagamento é uma das etapas mais complexas e que mais influenciam a taxa de conversão do comércio eletrônico. O sucesso da compra depende da integração simultânea de uma solução antifraude e a confirmação do pedido. “Uma solução para fraudes traz mais rapidez para o consumidor e diminui os riscos com cartões clonados e outros tipos de operações que trazem prejuízos”, completa o especialista.

 

Sobre a LINKPARTNERS

Empresa fundada em 2007, referência em gerenciamento de serviços e monitoração. Possui tecnologia para aumentar a eficiência online e manter a disponibilidade dos sites ao reduzir a exposição do negócio a riscos tecnológicos. www.linkpartners.com.br. Tel.: (11) 5180-2100.

Gostou deste post?

Clique na estrela para avaliá-lo

Avaliação média / 5. Contagem de votos

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!