11/04/2016

Energia solar cresce mesmo na crise e movimentará R$ 100 bi até 2030

179 novas empresas já entraram para o setor em 2016, segundo Portal Solar

Apesar do momento desfavorável da economia brasileira, o mercado de energia solar está aquecido. Só no começo do ano, 179 novas empresas se registraram no Portal Solar (www.portalsolar.com.br) – hub de prestadores de serviços do setor – e já são 140 mil acessos mensais de quem procura informações sobre energia solar. Até 2030, o governo federal estima que essa indústria movimente R$ 100 bi.

Portal Solar

Em parte, o boom da oferta e demanda se explica pela necessidade de preencher uma lacuna: enquanto as tarifas de luz encontradas no Brasil estão entre as mais caras do mundo, a localização tropical do país traz níveis de irradiação solar que possibilitam alto rendimento das placas fotovoltaicas.

Foi frente a esse cenário que o engenheiro Fabio Carrara decidiu fundar a Solstar. "Já vemos um crescimento exponencial na geração fotovoltaica, o setor deve superar R$ 1 bi movimentados em 2017. Estamos investindo para posicionar a empresa entre as três maiores do segmento no Brasil até o final do ano", conta Carrara, que já tinha experiência como investidor na internet. "O Portal Solar ajuda na disseminação da energia solar, além de preparar melhor o consumidor para a compra e gerar leads para a empresa", explica o empreendedor.

Criado com o propósito de unir interessados na energia sustentável a quem oferece o serviço, o Portal Solar agora otimiza suas ferramentas de relacionamento entre empresas e clientes. "Queremos deixar o site como um LinkedIn da energia solar no Brasil", diz a diretora Carolina Reis. Entre as novidades, há um mapa (www.portalsolar.com.br/fornecedores/empresas) onde é possível procurar players do setor pelo CEP. Com 753 companhias cadastradas, a cobertura atende todo o Brasil.

"Além disso, a página das empresas está mais completa, com informações detalhadas como principais projetos realizados, fotos das instalações, endereço e dados de contato além de outras informações úteis", explica Carolina. Outra melhora da plataforma é o aprimoramento do simulador solar, calculadora que prevê o custo de um sistema de captação de energia solar com base na localização e gastos com eletricidade do interessado.

Ao todo, a expectativa é que 500 novas empresas se cadastrem no Portal Solar em 2016, o que pode refletir positivamente na economia e mesmo na distribuição de renda do país: "O setor tem uma característica muito própria que é a capilaridade: não há grandes players, pelo contrário, 80% das empresas são regionais e atuam em um raio de até 100 km", afirma a diretora do hub.

                                                                                                                               

Sobre o Portal Solar 

Portal dedicado à difusão de informações sobre energia solar que reúne mais de 750 empresas que prestam esse serviço em todo o Brasil. De forma gratuita, o Portal Solar oferece orçamentos para os interessados em instalar painéis fotovoltaicos em suas casas ou empresas. Hoje recebe, em média, dois mil pedidos de orçamento por mês. www.portalsolar.com.br

Gostou deste post?

Clique na estrela para avaliá-lo

Avaliação média / 5. Contagem de votos

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!