01/11/2016

Energia Solar vai gerar 110 mil novos empregos no Brasil até 2020

Estimativa feita pelo Portal Solar mostra potencial do setor na criação de postos de trabalho por todo o país

Portal Solar

Em um momento em que o país atravessou uma forte recessão, o setor de energia solar deve fechar o ano com 4 mil novos postos de trabalho. Uma boa notícia, mas “fichinha” perto de uma projeção feita pelo Portal Solar (www.portalsolar.com.br), hub de prestadores de serviço e informações na área. Segundo estimativa do site, até 2020 a expansão da cadeia produtiva ligada ao segmento resultará em 110 mil empregos espalhados por todo o Brasil – grande parte deles voltados a profissionais de nível técnico.

O número previsto será resultado do boom do setor que começou a se desenhar este ano e se intensificará em 2017, explica Rodolfo Meyer, diretor do Portal Solar. "Temos três fatores que contribuem para isso: a alta na conta de luz, o barateamento dos equipamentos em função de avanço tecnológico e a queda do dólar", diz Rodolfo. Segundo ele, de janeiro para cá, aumentou o número de instalações de placas fotovoltaicas, e a quantidade de empresas do segmento cadastradas no Portal Solar dobrou de 700 para 1.400.

A área líder na perspectiva de criação de vagas é a geração compartilhada, no qual uma infraestrutura de captação de energia solar é instalada numa casa ou estabelecimento e ligada ao sistema nacional de energia elétrica. Só nesse modelo, a projeção é de pouco mais de 80 mil empregos, 75% relacionados a atividades técnicas. "As empresas que prestam esse tipo de serviço se caracterizam por serem locais, ou seja, esses empregos devem ser bem distribuídos ao redor de todo o país", conta o diretor do Portal.

Ainda, a geração centralizada e a indústria especializada devem ser responsáveis por entre 15 e 20 mil e 5 e 10 mil novos postos, respectivamente. A primeira diz respeito a grandes usinas de energia solar, cujo maior potencial de instalação fica no sertão nordestino; a segunda, a fábricas e demais empresas da cadeia produtiva, com grande demanda de mão de obra extremamente qualificada.

Para Rodolfo, um bom exemplo da expansão no setor é o caso australiano, que hoje tem 1,57 milhões de pontos de geração compartilhada instalados. Em 2009, dois anos após o modelo ser regulamentado por lá, eram cerca de 5 mil, mesmo número existente atualmente no Brasil, exatamente dois anos depois da regularização.

Sobre o Portal Solar

Portal dedicado à difusão de informações sobre energia solar que reúne mais de 1.300 empresas que prestam esse serviço em todo o Brasil. De forma gratuita, o Portal Solar oferece orçamentos para os interessados em instalar painéis fotovoltaicos em suas casas ou empresas. Hoje, recebe, em média, 2.000 pedidos de orçamento por mês. www.portalsolar.com.br.

Gostou deste post?

Clique na estrela para avaliá-lo

Avaliação média / 5. Contagem de votos

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!