07/10/2015

Filosofia sobe ao palco do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Curso livre propaga o pensamento para além da academia, fazendo conexões com a arte

Nem só de música, dança e arte dramática vive o Theatro Municipal do Rio de Janeiro. A partir do dia 13 de outubro as cortinas se abrirão para a Filosofia. Quem comandará as noites de terça-feira é o grupo de ensino Filosofia & Arte (www.filosofiaearte.com.br), que foge ao academicismo em busca de uma experiência de pensamento mais ampla.

 

Filosfia & Arte

 

Em um dos encontros que promoveu, ao comparar o cinema de David Lynch com os escritos de Friedrich Nietzsche e as pinturas de Francis Bacon, Luame Cerqueira, um dos criadores do Filosofia & Arte, diz: "Há um sentido, mas não um significado, no filme". O objetivo é demonstrar para a plateia que, para entrar no mundo do filósofo alemão, é preciso antes coragem do que inteligência. Essa problematização também é a base do grupo.

 

Criado no início de 2014 pelos professores Luame e Ana Beatriz Antunes, o Filosofia & Arte surgiu da necessidade de promover experimentações no campo do pensamento, aproximando-o o máximo possível da vida cotidiana e quebrando a oposição entre teoria e prática. “A ausência de pianos na faculdade de Filosofia prova sua limitação”, provoca Luame.

 

Depois de cursarem doutorado em Filosofia na UERJ e na Universidade de Toulouse, na França, os dois passaram a promover eventos em espaços culturais que contam com apresentações artísticas, como música e teatro. "Só é possível ter um encontro legítimo com a Filosofia pela força poética e encantamento que ela pressupõe", explica Ana Beatriz.

 

Nos eventos do Filosofia & Arte, os criadores envolvem o público em uma dramatização, fazendo com que mergulhem nos temas apresentados e acabem participando de uma experimentação que vai além do simples acúmulo de conhecimentos. Com isso, Luame e Ana Beatriz esperam que a plateia se aventure em novas formas de pensar e sentir, dissolvendo as certezas absolutas do dia a dia. "Buscamos suscitar nos participantes novas sensações", afirma Cerqueira.

 

Os encontros se dividem em quatro modalidades. A aula sobre Lynch e Nietzsche faz parte do curso livre “A Tela que pensa”, que faz a Filosofia e o cinema conversarem entre si. Nos Laboratórios de Experimentações Filosóficas, gratuitos, conceitos da Filosofia se entrelaçam com todo um conjunto de estímulos artísticos. Também há workshops e aulas encomendadas por diversas entidades, como o Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ) e a Escola Sesc de Ensino Médio, assim como apresentações que se assemelham a shows, com participação de músicos.

 

O próximo curso livre do grupo, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, terá quatro encontros com cerca de duas horas cada e acontecerá no teatro B. A inscrição custa R$ 240 para todo o módulo, com desconto para estudantes e professores, ou R$ 80 por aula avulsa. "As pessoas estão cansadas da mesmice, do excesso de informações, e buscam ar puro, um momento para silenciar suas certezas e se reconectar com a simplicidade, com a beleza e a potência do pensamento", conclui Ana Beatriz.

 

Sobre o Filosofia & Arte

O Filosofia & Arte foi criado no início de 2014 por Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira, após pesquisa de doutorado em Estética e Filosofia da Arte pela UERJ e pela Universidade de Toulouse, na França. Em um ano e meio mais de mil pessoas já participaram de seus eventos, que acontecem regularmente no Rio de Janeiro e em São Paulo. Em breve, lançarão o livro "A Tela que pensa: conversações entre Filosofia, cinema e arte". www.filosofiaearte.com.br. Contato: [email protected]
 

Gostou deste post?

Clique na estrela para avaliá-lo

Avaliação média / 5. Contagem de votos

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!