14/08/2018

Invenções brasileiras são destaque em exibição internacional na China

Associação Nacional dos Inventores leva criações nacionais em feira de inovação e tendências para o futuro

ANI

Criações de brasileiros, que há pouco tempo estavam apenas na cabeça dos idealizadores, estão perto de se tornar parte do dia a dia de pessoas no mundo inteiro. O sistema automático de mudança de cor dos vidros para veículos, a capinha de celular que dispara um alarme para anunciar furto e a cama anti-stress e calmante para pets são alguns dos projetos que a Associação Nacional dos Inventores (www.inventores.com.br) irá levar para a feira 10º IEI & WIIF, na China. A ideia é divulgar internacionalmente as inovações para viabilizar negociações de patente e até mesmo encontrar investidores para as invenções nacionais.

Essa é a terceira participação da ANI em exibições internacionais em um ano; dessa vez, o evento acontecerá nos dias 13, 14 e 15 de setembro, na cidade chinesa de Foshan, com o tema “Invenções que transformam sonhos em realidade, a inovação lidera as tendências para o futuro”. É uma grande oportunidade tanto aos inventores quanto aos investidores para fechar acordos e descobrir o que há de mais novo no mercado tecnológico. “O maior objetivo desses eventos é apresentar e aproximar o pequeno empreendedor das grandes corporações, dos fabricantes e das pessoas que possam alavancar o seu produto”, afirma Carlos Mazzei, presidente da Associação. 

Invenções brasileiras na mala

O portfólio de invenções que será exibido pela Associação é extenso. Entre os inventos levados, há os que atuam no mercado automobilístico, doméstico, tecnológico e sustentável. A Capinha Antifurto para Celulares, por exemplo, foi desenvolvida para aumentar a segurança dos usuários de smartphones. Com uma corda regulável que pode ser acoplada na alça da bolsa ou da calça, o dispositivo aciona um alarme que pode ser ouvido a quadras de distância quando a extensão da corrente atinge determinada longitude.  Já o Smart Portable Handbook é um manual eletrônico para carros que alia sustentabilidade e tecnologia. Além de economizar o papel usado nos guias conhecidos, também funciona de forma interativa. Caso o motorista queira verificar como calibrar os pneus de seu veículo de forma correta, ele só precisa pesquisar no aparelho e terá o resultado imediato.

Outros exemplos de inventos que vieram para facilitar o dia a dia são a “Garrafa da Mamãe”, um frasco adaptado para mães em fase de amamentação que possibilita, de forma prática, o consumo de água pela mulher enquanto amamenta;  e um sistema protetor solar para vidros de carros que pode ter sua intensidade de escurecimento regulada pelo motorista a qualquer momento. Para os donos de bichinho de estimação, foi desenvolvido um aromatizador portátil que pode ser deixado na caminha dos pets e que garante a tranquilidade do animal em casa ou durante viagens.

Os blocos Plug and Build também são novidade. Voltada para o setor de construção civil, a invenção possibilita a montagem de paredes, casas e diversas estruturas de forma básica, bastando encaixar e construir. Também está na lista de inventos que irão à China um carrinho de supermercados adaptado para transporte de humanos e animais, o apoiador e suporte multifuncional para celulares e tablets, o carregador portátil solar com fixadores articulados, a plataforma online de ficha virtual para registro de atendimentos em ambulâncias, entre outros. “É uma ótima oportunidade para os inventores terem suas criações apresentadas em âmbito internacional e em um ambiente de fomentação tecnológica”, diz Mazzei. 

A feira também contará com o terceiro Fórum de inovações mundiais (WIIF), no qual a ANI será a única representante brasileira e terá a chance de atrair indústrias, principalmente chinesas, para o polo nacional. Entre os participantes dessa edição da IEI & WIIF estarão fabricantes, pesquisadores, investidores de risco, fornecedores de hardware, aceleradores e financiadores coletivos.

Sobre a Associação Nacional dos Inventores

Instituição que auxilia inventores a comercializarem seus inventos. Criada em 1986 por Carlos Mazzei, a Associação Nacional dos Inventores fomenta o desenvolvimento de novos produtos no Brasil, desde dispositivos que ajudam na modalidade urbana até relativos à saúde, lazer, educação, etc. Além de facilitar o contato de inventores com a indústria, a ANI ajuda no registro das patentes – ao todo, já são cerca de 20 mil. Em 1992, a Associação criou o Museu das Invenções, único do tipo na América Latina e instalado no mesmo prédio, em Perdizes, São Paulo (SP). www.inventores.com.br.

Gostou deste post?

Clique na estrela para avaliá-lo

Avaliação média / 5. Contagem de votos

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!