04/11/2015

Microfranqueado recupera investimento em 3 meses e já tem 16 funcionários

Após tentar empreender no ramo de manutenção e reformas sozinho, empresário encontra sucesso no sistema de franchising da Help Home

Sucesso não tem receita, mas o "Plano de Arrancada" da Help Home (www.helphome.srv.br), microfranquia de manutenção e reparos, é um caminho seguro para garantir que os primeiros passos de cada franqueado serão na direção certa. Seis meses depois de ser aberta, a unidade de Santa Clara, em Curitiba, deixou o plano para o futuro por um motivo simples: o negócio cresceu tão rápido que, se o adotassem, seria impossível atender a demanda.

 

Help Home

 

Inaugurada em abril, a unidade obteve retorno do investimento inicial em três meses e hoje já fatura em torno de R$ 60 mil por mês. São 16 colaboradores, entre pedreiros, pintores, carpinteiros e eletricistas. "Ainda temos uma demanda grande por especialistas em ar-condicionado, por exemplo, porém estamos nos estruturando para crescer de forma organizada", conta o sócio Rodrigo Lopes.

 

Ao contrário de grande parte dos franqueados da Help Home, que trabalham no modelo home office, Lopes já era proprietário de uma empresa em Curitiba. A franquia foi uma alternativa para expandir a atuação e agregar valor à marca. "Já tinha tentado, por conta própria, abrir um negócio parecido em 2008, mas não deu certo. Agora, com o franchising e o apoio da matriz, estamos avançando muito rápido", afirma ele.

 

O sócio destaca a troca de experiências e suporte entre franqueadora e franqueados como uma das principais vantagens da Help Home. "Antes eu tinha concorrentes, agora tenho um time que, além do compartilhamento de informações, também abre portas para clientes", explica Lopes. Para ele, um dos pontos altos são os parceiros nacionais do grupo, que garantem uma parcela do faturamento e a entrada no mercado corporativo.

 

A expectativa para o ano que vem, conta o microfranqueado, é chegar a um faturamento mensal de R$ 100 mil e fechar 2016 com mais de R$ 1 milhão. Além disso, ele já negocia a abertura de uma nova unidade em Santa Catarina. "A Help Home é uma franquia extremamente democrática, adequando tanto a empreendedores do ramo, como o Rodrigo, como a pessoas que nunca tiveram contato com o setor", explica Estevan Pavarin, sócio-fundador da empresa.

 

Para abrir uma unidade da Help Home, o investimento inicial é de cerca de R$ 23 mil, inclusos taxa de franquia, capital de giro, material de marketing e de apoio e os uniformes da equipe. Os royalties mensais são fixos e não há fundo de propaganda. A previsão de retorno é de seis meses e o faturamento gira em torno de R$ 50 mil mensais.

 

Sobre a Help Home

Rede de microfranquias que oferece serviços de manutenção, reparos, jardinagem e decoração. Atende a residências, condomínios e empresas. Criada em 2009 pelo engenheiro Estevan Pavarin, se tornou microfranquia em 2013. Possui 45 unidades em todo o Brasil. www.helphome.srv.br. Tel.: (41) 3203-0442.

Gostou deste post?

Clique na estrela para avaliá-lo

Avaliação média / 5. Contagem de votos

Sem avaliações seja o primeiro!

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!