13/02/2017

Pollux e PTC fazem parceria para acelerar a internet industrial e IoT no Brasil

Acordo permite à empresa brasileira utilizar plataforma de desenvolvimento de aplicações da multinacional americana

Pollux

Enquanto a Internet das Coisas causa furor com a perspectiva de transformar casas em cenários de ficção científica, aplicada à indústria ela é ainda mais promissora. A IoT – como é conhecida na sigla em inglês – reduz gastos e melhora a produtividade ao interligar sistemas de informações a todo o maquinário do chão de fábrica. Para disseminar a nova realidade no Brasil, a Pollux (www.pollux.com.br) estabeleceu uma parceria inédita com a multinacional americana PTC (www.ptc.com).

A parceria permite que a Pollux Digital, braço da Pollux – empresa brasileira com 20 anos de experiência em automação industrial -, desenvolva soluções de integração entre as tecnologias de operação e informação dentro da plataforma ThingWorx, da PTC. "A ThingWorx é a principal plataforma nativa para desenvolvimento de aplicações IoT e, com a nossa expertise, podemos usá-la para criar soluções específicas para cada cliente", explica José Rizzo, CEO da Pollux.

Assim, na chamada internet industrial, esse modelo transforma cada peça de maquinário e equipamentos em geradores de dados sobre seu próprio funcionamento. Por meio da conectividade da IoT, esses dados são analisados em tempo real e integrados aos sistemas de informação das empresas. Ao final desse processo, otimiza-se o funcionamento da fábrica como um todo. "É uma maneira de aplicar inovações da Indústria 4.0 para tornar o ambiente industrial mais preditivo, com a máxima eficiência operacional", diz Marcos Primo, diretor da PTC no Brasil.

Integrada a fábricas de qualquer segmento, um exemplo dessa tecnologia é a diminuição de até 80% de paradas não programadas em plantas onde a internet industrial já é utilizada – resultado observado no exterior. "Normalmente, essas pausas interrompem a linha de produção e são necessárias horas para identificar e corrigir o problema. Com a conectividade dos sistemas, é como se o equipamento defeituoso avisasse 'vou quebrar em dois dias’", brinca Rizzo.

Oferecidas num modelo de assinatura semelhante ao SaaS (Software as a Service), as aplicações da Pollux Digital possuem custo acessível. No contexto de crise pela qual passa o país, Rizzo avalia que a internet industrial é uma alternativa para empresas com alguma capacidade de investimento melhorarem seu desempenho. "E isso pode ser feito de maneira gradual, de modo que os ganhos obtidos com a otimização de alguns setores da fábrica paguem pela implementação dos processos seguintes", afirma.

O acordo entre as duas empresas é a primeira parceria de integração IoT por parte da PTC com uma empresa brasileira. Além de abrir portas para o intercâmbio de tecnologia e ferramentas, o negócio visa a expansão da internet industrial no Brasil. Ainda incipiente no país, o setor ganhou o primeiro órgão de representação em agosto do ano passado: a Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII) – hoje, presidida por Rizzo.

Sobre a Pollux

Empresa brasileira de automação industrial com mais de 20 anos de experiência. A Pollux já implementou mais de mil projetos, guiados por um propósito comum: aumentar a competitividade da indústria. Isso é feito por meio de soluções de manufatura avançada, robótica colaborativa e internet industrial que tornam as fábricas mais produtivas, eficientes e inteligentes. www.pollux.com.br.

Sobre a PTC

Empresa americana de tecnologia especializada em soluções para Internet das Coisas e Realidade Aumentada. Fundada em 1985, a PTC é líder no segmento IoT, com parcerias de desenvolvimento de soluções estabelecidas com empresas como GE Digital, Vodafone, HPE, VMware e, em solo nacional, Pollux. www.ptc.com.br

Gostou deste post?

Clique na estrela para avaliá-lo

Avaliação média / 5. Contagem de votos

Sem avaliações seja o primeiro!

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!