12/08/2015

Solução garante segurança na gestão de centenas de servidores em data center

Com 20 anos de história, SecrelNet adotou Gatekeeper para melhorar proteção e gestão de ativos administrados pela empresa

Garantir a segurança de informações sensíveis é uma grande preocupação das empresas em uma era em que boa parte das transações é feita online. Quando o setor de atuação é o de data center, com prestação de serviços de hospedagem e gerenciamento dos servidores de outras companhias, o cuidado deve ser dobrado. Para proteger sua infraestrutura e dados, há dois anos a SecrelNet utiliza o Gatekeeper (www.gkeeper.com).

 

O Gatekeeper oferece segurança redobrada ao agir como uma camada entre o usuário e servidores, validando, controlando e auditando os acessos. A solução funciona como um proxy de acesso remoto – os colaboradores que utilizam o ambiente têm uma senha para a ferramenta que, por sua vez, os liga à rede de computadores.

 

Esse método não só protege os servidores, mas facilita a gestão de funcionários que os acessam. “Antes, a cada vez que um funcionário era desligado, precisávamos acessar manualmente centenas de servidores e mudar a senha de cada um deles. Hoje, basta bloquear a conexão do colaborador com o Gatekeeper”, explica Daniel Gurgel, coordenador da equipe de hospedagem da SecrelNet.

 

Além disso, o Gatekeeper tem diversas funcionalidades extras, como a capacidade de manter uma conexão ativa em mais de uma sessão. “Isso nos permite retomar o trabalho a partir da etapa em que paramos, mesmo que tenhamos mudado de lugar ou dispositivo de acesso”, conta Gurgel.

 

Ele destaca ainda os logs em vídeo gerados pelo Gatekeeper como uma ferramenta importante para a documentação de processos. “Nós conseguimos exportar as operações executadas nos acessos para os clientes, assim como utilizar gravações de soluções de problemas difíceis como treinamento para novos funcionários”, afirma.

 

“Quando contratamos o Gatekeeper, estávamos numa fase de grande expansão, então ele facilitou e agilizou a gestão dos acessos”, explica Gurgel. Com as senhas individuais, a equipe da SecrelNet consegue acessar todos os servidores da empresa.

 

Sobre o Gatekeeper

Proxy de acesso a servidores, roteadores, switches e outros ativos de rede. O Gatekeeper foi lançado em 2013 e funciona como intermediário na conexão: os usuários têm uma senha para acessá-lo e, então, o programa faz o contato com o destinatário final. A solução opera em ambientes Unix-like e trabalha com o protocolo SSH. Caso o cliente tenha ativos que trabalhem com TELNET, o Gatekeeper funciona como uma camada de segurança extra. www.gkeeper.com. Telefone: (11) 2391-1705.

Gostou deste post?

Clique na estrela para avaliá-lo

Avaliação média / 5. Contagem de votos

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!