Press Works - Agora você pode aparecer...

Notícia

10/03/2015

Liderança: 4 dicas para jovens profissionais que assumem cargos de chefia

Especialista em psicologia organizacional lista coaching e modelo próprio de lideranças como elementos fundamentais

A acelerada ascensão de jovens no mercado de trabalho traz novos desafios e exige competências ainda não desenvolvidas totalmente. Isabel Spindola, especialista em psicologia organizacional e fundadora da Constelação Coaching (www.constelacaocoaching.com.br) – voltada para consultoria empresarial e capacitação de pessoas –, dá quatro dicas sobre como vencer os obstáculos impostos por uma promoção rápida.

 

Constelação Coaching

 

1. Criar seu próprio modelo de liderança

Segundo a psicóloga, “Ao ser promovido, o jovem fica cara a cara com seus medos”. Isso faz com que ele tente copiar seus superiores em tudo. Porém, é preciso desenvolver o próprio modelo de liderança, por meio de suas competências mais fortes e do aprimoramento de suas características mais fracas. “O líder jovem vai vencer potencializando o que ele tem de melhor”, completa.

 

2. Delegar tarefas

Junto à independência, outra característica dos jovens no mercado de trabalho atual é a proatividade. Eles querem “abraçar” tudo o que aparece pela frente e resolver os problemas sozinhos. Isso cria uma dificuldade em gerenciar a equipe e aproveitar o melhor de cada um. Um líder deve reconhecer que não é possível trabalhar sozinho e aprender a delegar tarefas. “Isso é fundamental para o sucesso em um cargo de comando”, conclui Isabel.

 

3. Segurar a inquietação

“Para os jovens, as empresas são grandes laboratórios de experimentação onde testam suas habilidades e procuram vocações profissionais”, explica Isabel. Uma consequência disso é a ânsia pela rápida ascensão nas companhias, por acharem que já “sabem de tudo” sobre determinada função. No entanto, diante de um cargo de liderança, é importante ter em mente que ainda há muito a aprender e promoções sucessivas podem deixar etapas para trás. A recomendação é permanecer no cargo por pelo menos um ano.

 

4. Humildade e coaching

Por serem muito independentes, jovens em posições de comando tentam fazer tudo por conta própria ao invés de buscarem ajuda de pessoas mais experientes. Ao encontrar-se em uma posição hierárquica mais elevada, o recém-promovido precisa ter humildade suficiente para aceitar os treinamentos. O processo de coaching irá ensiná-lo a se fazer respeitar pela equipe e a avaliar os pontos que precisa aprimorar.

 

Sobre a Constelação Coaching

Empresa que atua em consultoria empresarial e no desenvolvimento de pessoas, líderes e na formação de sucessores. Foi fundada em junho de 2015 pela especialista em psicologia organizacional e Master Coach, Isabel Spindola. Isabel é autora dos livros “Dormi Operador e Acordei Supervisor. E Agora?” e “Coaching e Neurociência: desenvolvendo líderes excepcionais” e fundamenta as ações de sua companhia em quatro pilares: palestras, consultoria, capacitação e coaching. www.constelacaocoaching.com.br. Tel: (11) 4561-9045.